quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Abraço de afogados de Dilma e Eduardo num mar de lama




Segundo o Wikipédia Mar de lama é um termo largamente utilizado na política brasileira, sinônimo de corrupção, ou da existência de enormes redes de corrupção em um governo. Praticamente todos governos brasileiros, desde Getúlio,, foram acusados por alguém de estarem "mergulhados em um mar de lama".

Tanto a presidenta da república Dilma Rousseff como o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha tentam desesperadamente manter os seus cargos. E nessa tentativa desesperada eles estão perdendo o senso de ridículo e a compostura.

A chefe do Poder Executivo quando permite que o seu partido e os partidos aliados negociem em seu nome um acordo de ‘salvação mutua com o presidente da Câmara Federal se iguala a ele.

A presidenta Dilma Rousseff e o núcleo duro do seu governo e a cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) erram ao ignorar o apoio popular e buscam o apoio de uma partido que vive tramando contra ela e negociando com a oposição e, fingindo apoio, quando o vice-presidente Michel Temer já se imagina na condição presidente da república.

Um governo que tem como líderes na Câmara Federal os deputados federais José Guimarães (PT-CE) e Sibá Machado (PT-AC) não tem nenhuma chance de vencer nas votações nessa casa legislativa. É que esses dois parlamentares não tem competência e simpatia para liderar. No Senado a situação do governo é um pouco melhor em termos de liderança.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário