terça-feira, 13 de outubro de 2015

Dilma Rousseff ao 'temer' retaliação admite culpa


“A melhor defesa é o ataque”, diz um provérbio português.

A presidenta ao demonstrar que morre de medo do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha se torna refém do seu próprio medo e fornece munição à oposição que tem nesse parlamentar fluminense o seu maior trunfo para pedir o impeachment da presidenta. Eduardo Cunha é um parlamentar moralmente abatido, mas que usa uma tática que deveria ser usada pelo Palácio do Planalto que é: se defender atacando aquele que declarou guerra contra a presidenta Dilma Rousseff.

É incompreensível para qualquer pessoa que não entende as razões da política, o comportamento condescendente do Palácio do Planalto para com o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um inimigo declarado da presidenta e o ‘boi de piranha’ da oposição.

Dilma Rousseff e os seus companheiros de partido durante toda essa crise política que poderá levá-la a renuncia, a cassação ou na pior das hipóteses a sofrer um impeachment tem demonstrado muita imaturidade política. 
 
Revelar medo e tentar negociar com alguém que está sob investigação da Policia Federal (PF), do Ministério Publico Federal (MPF) e do Poder Judiciário é um erro crasso.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário