domingo, 11 de outubro de 2015

Cunha aposta na 'dependência' do governo e da oposição



A expressão facial de Cunha revela o seu inferno interior



Eduardo Cunha investe na fragilidade do governo e dissemina o pânico pelos corredores e gabinetes do Palácio do Planalto. O pânico e o terror que o núcleo duro do governo Dilma Rousseff demonstra toda vez que o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha ameaça retaliar o governo é próprio de quem tem culpa no cartório e morre de medo.

O deputado federal Eduardo Cunha, contra quem pesam sérias denuncias, retira forças para sobreviver ao seu calvário da insegurança que as autoridades governamentais revelam toda vez que esse parlamentar com as suas 'bravatas' coloca o governo nas cordas.

Esse parlamentar fluminense, 'espertamente e malandramente, joga com a fraqueza do governo Dilma Rousseff e a dependência da oposição do seu poder para provocar a renuncia, a cassação ou impeachment da presidenta. Observe que em que pese todas as sérias e graves denuncias que existem contra Eduardo Cunha, mesmo assim a oposição liderada pelo PSDB faz vistas grossas ao mar de lama que está engolfando esse seu aliado.

O que causa estranheza no caso Eduardo Cunha é o comportamento dúbio e leniente dos parlamentares do PT, como por exemplo, a defesa que o líder do PT na Câmara Federal, o deputado Sibá Machado fez do seu presidente, quando do depoimento espontâneo de Cunha à CPI da Petrobras. Se até o líder do PT na Câmara elogia o algoz da presidenta, é porque o governo e o PT temem Eduardo Cunha.  

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário