segunda-feira, 7 de março de 2016

Amigos de Lula tentam intimidar o país


“Não quero falar sobre hipóteses. Espero que não brinquem como fogo”. (Essa frase proferida pelo amigo e seu ex-secretário de Lula, o ex-seminarista Gilberto Carvalho (foto), tem o mesmo tom desafiador e ameaçador do ditador venezuelano Nicolás Maduro que no seu país aparelhou os demais poderes e as Forças Armadas e se mantém no poder, graças ao apoio das brigadas bolivarianistas e uma parcela das Forças Armadas.

O senhor Gilberto Carvalho está redondamente enganado se pensa que vai contar com o apoio das Forças Armadas brasileira para garantir um projeto de poder que para se manter indefinidamente apela para o clientelismo, o assistencialismo, o paternalismo e o patrimonialismo. O que nos faz supor que vivemos numa verdadeira numa democracia. Esses ismos que vem garantido as sucessivas eleições de Lula e Dilma.

Se ficar provado que Lula, que Cunha e outros políticos que estão sendo investigados pela Operação Lava Jato devem a justiça, eles devem ser julgados, condenados e presos. Lula pode ser um herói nacional para os petistas, mas, não para o Brasil que pensa com a sua própria cabeça. Convém lembrar que numa verdadeira democracia ninguém está acima da lei e da justiça.

O petista Gilberto Carvalho com essa sua frase intimidatória, quer dizer que caso Lula seja preso os petistas irão incendiar o país. Essa eu pago para ver. Eu confio nas Forças Armadas que não permitirão que o Brasil se transforme numa Venezuela ou Cuba.

Postar um comentário