segunda-feira, 14 de março de 2016

O Brasil merece Michel, Renan, Cunha e Bolsonaro!




O Trio Parada Dura
Os manifestantes que saíram as ruas, praças e avenidas do Brasil no dia de ontem, apoiam o juiz federal Sérgio Moro, condenam Cunha e poupam Michel Temer e Renan Calheiros.

O apoio ao juiz Sérgio Moro é justo, porque é um apoio dirigido a um homem que teve a coragem de desafiar o establishment brasileiro ao colocar atrás das grades os maiores empreiteiros deste país, até então intocáveis, porque corrompiam e eram corrompidos.

As críticas em grande número ao presidente da Câmara Federal, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é mais do que justo, porque se trata de um político que vem tendo a ousadia de desafiar os poderes constituídos, embora esteja sendo processo pelo Conselho de Ética da casa preside, seja réu no STF e o MPF já tenha feito vários pedidos de investigação e seu afastamento da presidência do terceiro cargo mais importante na linha de sucessão federal.

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), réu em várias ações no Supremo Tribunal Federal (STF), embora seja um político Ficha Suja, nas manifestações foi ignorado pelos manifestantes, assim como o seu companheiro de partido, o vice-presidente da república e presidente nacional do PMDB. De um partido que é corresponsável pela situação de extrema gravidade por que passa este país. Se Dilma Rousseff e o PT devem deixar o comando do país, o mesmo deve acontecer com Temer e o PMDB.

E Pasmem! O deputado federal Jair Bolsonaro é um dos líderes do movimento Fora Dilma. Esse político fluminense que é o boquirroto, falastrão; um político profissional e imoral, porque não respeita as mulheres, os gays e defende um regime de exceção.

O Brasil é um país tão escroto que políticos como esses citados acima, tem o desplante, o atrevimento de pousarem de vestais da política nacional. Num país decente políticos como Temer, Cunha, Renan e Bolsonaro não ousariam tanto. Alguns deles estariam presos.

O povo nas ruas pede a saída de Dilma do poder para colocar Michel Temer no seu lugar. É trocar o roto pelo esfarrapado. Essa sandice não pode prosperar.

por Joachim Arouche
Postar um comentário