sábado, 19 de março de 2016

Político corrupto é político ladrão!



Ademar de Barros

“Se os juízes do Tribunal concederem habeas corpus aos políticos, eu não sei quem amanhã lhes dará o habeas corpus.” (Floriano Peixoto, ameaçando a Corte Suprema)
 
O político ladrão é mais nocivo ao país do que o próprio traficante de drogas, porque o político ladrão trafica interesses, desvia dinheiro destinado à construção de hospital, creche, escola e abrigo para pessoas idosas.

O traficante de drogas é nocivo ao país sim, porque negocia uma mercadoria que vicia e causa dependência, mas o traficante não obriga ninguém a consumir o seu produto. Isso quer dizer que uma pessoa nascida num lar bem estruturado não busca nas drogas uma fuga para os seus problemas, porque, ela não tem problemas que não possam ser resolvidos no âmbito familiar.

Os assaltantes que dilapidam as riquezas do país merecem um julgamento sumário e receber pena capital, porque o viciado em roubo e em facilidades, dificilmente se recupera.

Os petistas “democratas”, admiradores e seguidores de Fidel Castro, Nicolás Maduro, Hugo Chávez, Daniel Ortega e Stalin, seguem a filosofia do ex-governador do estado de São Paulo, Ademar de Barros, que usava descaradamente como slogan, a frase: “Rouba, mas faz”. É óbvio que no PT existem pessoas sérias e honestas como o ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra e o ex-prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Saturnino Braga. Esses petistas, apesar de representarem a maioria dentro do PT, não fazem parte da cúpula desse partido. Não são ouvidos e tão pouco respeitados.

Os brasileiros patriotas devem cerrar fileiras em apoio ao juiz federal Sérgio Moro, aos procuradores da república que atuam na Operação Lava Jato e aos delegados e agentes da Policia Federal (PF) .

por Joachim Arouche 
Postar um comentário