quarta-feira, 18 de maio de 2016

Cunha revela-se mais poderoso que Temer e o PSDB juntos



Cunha peita Temer, o PSDB e o país

Um recado de Cunha a quem interessar possa: “Se eu for abandonado não vou sozinho para o sacrifício. É bom que alguém diga a Michel (Temer) e a (Romero) Jucá que eu posso ser o início do fim de um governo que nem começou”.

A permanência do Deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA) na presidência da Câmara Federal e a escolha do deputado federal André Moura (PSC-SE), líder do governo na Câmara, ambos aliados de Eduardo Cunha, revela o poder incomensurável desse parlamentar fluminense que desde o governo da presidenta Dilma Rousseff submete o presidente de plantão aos seus caprichos e vontades.

Num ato de extrema ousadia, o deputado federal Cunha (PMDB-RJ) vai se defender hoje na Comissão de Ética da Câmara Federal, que o está processando por quebra de decoro parlamentar. Como o Conselho de Ética é controlado por Cunha - é bem provável que ele saia dessa sessão com o sentimento de que será absolvido das acusações que pesam contra ele. Você duvida que ele será absolvido? Eu não!
Postar um comentário