quinta-feira, 12 de maio de 2016

Dilma lutou muito contra moinhos de vento


"Não fujam, criaturas vis e covardes, que um cavaleiro sozinho é quem os ataca". (Miguel de Cervantes)

Todos os governos petistas erraram ao eleger como adversários as Forças Armadas e em a criminalizarem-na. Outros erros se sucederam, sobretudo, sob os governos Dilma Rousseff, como por exemplo, não negociar em base realista aumentos para os servidores da Policia Federal (PF).

Sem apoio nas Forças Armadas e na Polícia Federal (PF), o governo Dilma Rousseff ficou insustentável, porque também perdeu apoio na classe média, media que é quem de fato forma opinião.

Os petistas em determinado momento chegaram a pensar que apenas o apoio dos brasileiros dependentes dos programas sociais e uma base de sustentação mantida a peso de ouro eram seriam suficientes para mantê-los no poder indefinidamente. Ledo engano!

O PMDB useiro e vezeiro em parasitar governos de todos os matizes ao perceber que o PT havia caído em desgraça, assim como os ratos, abandonaram o navio petista ao primeiro sinal de naufrágio.

Os petistas não aprenderam com Nicolás Maduro (Venezuela) e a família Castro (Cuba), que com o apoio das Forças Armadas até governos impopulares ditatoriais se mantém no poder.

Uma simples manifestação de um general da direção do Clube Militar de apoio ao governo, abortaria o processo de impedimento da presidenta Dilma Rousseff.

Os atos de heroísmo e bravura dos esquerdistas brasileiros estão sendo pagos através de aposentadorias, pensões e indenizações. O cartunista Ziraldo que não me deixa mentir. Essas compensações desmoralizam qualquer Comissão da Verdade.

por Joachim Arouche
Postar um comentário