segunda-feira, 30 de maio de 2016

O governo velho e provisório de Temer



Eu que pese ser contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, não por considerá-lo uma coisa absurda e violenta, mas, por achar que seria mais fácil para a presidenta afastada fazer as reformas necessárias, indispensáveis e urgentes, como a reforma política, previdenciária, tributária e o ajuste fiscal; no íntimo eu torcia para que o governo provisório de Temer devolvesse confiança ao país. Mas, a começar pela formação do novo ministério, ficou fácil concluir que de novo governo, o governo Temer só tem mesmo o provisório.

Com um “novo governo” ministério formado por políticos viciados em poder, políticos Ficha-Suja e dinossauros da política nacional, o país se viu decepcionado e traído por aqueles que o convenceram da necessidade e da urgência de fazer o impedimento de Dilma Rousseff.

Em menos de 15 dias, o governo Temer já perdeu um ministro e está na iminência de perder um segundo, no caso, o ministro da Transparência, o advogado Fabiano Silveira (foto) que acaba de ser flagrado numa gravação feita pelo ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, considerado o braço direito do senador Rena Calheiros na empresa estatal Petrobras, instruindo os seus amigos Renan e Sérgio a como se defenderem da Operação Lava-Jato e do PGR, Rodrigo Janot, a quem o presidente do Senado classificou de mau caráter.   
Postar um comentário