sexta-feira, 29 de julho de 2016

MBL cancela manifestação por temer fracasso

O Coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, usou as redes sociais nesta sexta-feira (29) pronunciando-se à respeito da desistência do grupo "Movimento Brasil Livre" (MBL) em promover manifestações pelo "Fora Dilma" no próximo domingo (31). O grupo, ligado a partido políticos de direita e a setores conservadores, foi um dos principais mobilizadores das ações que pediam o impeachment da presidenta da república.

O coordeenador do MTST avalia que o discurso e a prática do grupo são oportunistas, " O MBL cancelou suas manifestações dia 31 por medo de desmoralização. Sua capacidade de convocação está descendo ladeira a baixo".

"Venderam a ideia de que o impeachment era para acabar com a corrupção e aí está o resultado. Disseram-se independentes e agora aparecem comprovações de seu financiamento pelos partidos mais atrasados e oligárquicos do país. Fizeram um verdadeiro estelionato político. Não têm o que dizer. É compreensível que estejam com vergonha de ir às ruas", denuncia Boulos.

Todos às ruas pelo Fora Temer 

Sobre as manifestações que ocorrerão neste domingo (31) em defesa da democracia e contra o impeachment sem argumentos legais que afastou a presidenta Dilma Rousseff do poder, organizadas pela Frente Povo sem Medo, Boulos considera que, "quanto a nós tomaremos as ruas no domingo pelo
‎Fora Temer. Sem Medo de lutar, todos e todas às ruas!".
Diversas cidades no Brasil e no exterior estão mobilizadas para o ato pelo Fora Temer neste domingo. Clique aqui e confira os locais.
Do Portal Vermelho, Laís Gouveia. Conteúdo do Portal Vermelho
Postar um comentário