segunda-feira, 11 de julho de 2016

O PT não pode ficar fora da disputa em 2016




O petista histórico e orgânico Olívio Dutra deve assumir a missão de resgatar o PT  
O Partido dos Trabalhadores (PT) é formado na sua expressiva maioria, por pessoas decentes. Isso quer dizer que os malfeitores e os bandidos que com os seus comportamentos antirrepublicanos enlamearam esse partido, não representam a totalidade de uma agremiação partidária que tem na sua base de sustentação, operários, trabalhadores rurais e autoridades eclesiais   

Com base nesse argumento é que eu defendo candidaturas próprias do PT em todas as capitais e nas maiores cidades brasileiras. Essa é uma grande oportunidade para o PT explicar e justificar ao povo brasileiro, o comportamento de alguns pseudos petistas que nas suas ânsias de poder e fome de dinheiro, acabaram jogando na lama um partido que foi pensado e criado para salvar este país de uma classe política perversa, das oligarquias dominantes e dos coronéis da política.

No palanque, o PT tem que assumir os seus erros e vai ter que dar nomes aos bois se quiser recuperar sua credibilidade e a confiança do povo brasileiro. É que não adianta 'querer tapar o sol com a peneira' e negar os malfeitos praticados por falsos petistas. Por pessoas ambiciosas e sem nenhum escrúpulo.

Um partido com capilaridade nacional e que está presente desde as arcadas universitárias, até os grotões e Brasil profundo reúne condições e forças para dar a volta por cima e voltar a merecer a confiança do povo brasileiro que é quem de fato faz este país.

Por Tomazia Arouche
Postar um comentário