segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Candidata de "oposição" esconde sua sigla


As vítimas de uma traição

Por que será que a candidata do Partido Progressista (PP) não se apresenta ao eleitor sanraimundense, como candidata do partido do senador Ciro Nogueira e dos deputados federais Paulo Maluf (PP-SP) e Iracema Portela (PP-PI)? Elementar meu caro leitor, porque o seu partido é um dos algozes (carrascos) da presidenta Dilma, do ex-presidente Lula e do Partido dos Trabalhadores (PT).  

A presidenta afastada Dilma Rousseff que está na iminência de perder o seu mandato devido aos traidores que estão abrigados no PP, PMDB, PTB, PR, PT e em outros partidos que integravam a base aliada dos governos Dilma e que participaram do golpe que afastou provisoriamente a presidenta do governo e que poderá afastá-la em definitivo no próximo dia 29.   

O golpe que esses partidos citados acima desferiram na presidenta Dilma Rousseff, visa também acabar com os programas sociais, tipo Bolsa Família e PROUNI, programas que tiraram mais de 20 milhões de brasileiros das trevas, da miséria absoluta e deram dignidade aos pobres, aos negros e às mulheres pobres que se livraram das humilhações no exercício do trabalho doméstico.

O povo brasileiro não perdoará os golpistas, traidores e inimigos dos pobres. A propósito: a disputa eleitoral no município de São Raimundo Nonato está se dando entre um candidato que fez uma opção preferencial pelos pobres e os excluídos e o candidato do partido que defende os interesses das elites, leia-se: o PP. O PP é o partido da candidata de “oposição”.  
  
E Pasmem! Em São Raimundo Nonato, o Partido dos Trabalhadores (PT) aliançou-se com o PP. Isso talvez explique a decadência moral e ética que o PT atravessa. Podbre PT.
Postar um comentário