segunda-feira, 15 de agosto de 2016

. O PT não vai mais apoiar o PP



O Partido Progressista (PP), presidido pelo senador piauiense Ciro Nogueira, todos sabem, um aliado do Partido dos Trabalhadores (PT) até à undécima hora, foi o apoio decisivo dado aos traidores e golpistas de primeira hora, para que o golpista mor, o presidente provisório Michel Temer, conseguisse apear Dilma Rousseff da presidência e o PT do poder.

Hoje, no PT piauiense e no Palácio de Karnak, já existe uma consciência de que a continuação de uma aliança com o PP de Paulo Maluf no estado, representa apoio a traidores e golpistas e ingenuidade política. E isso os petistas fundadores e orgânicos não toleraram, porque isso fere a honra e a consciência de quem foi traído vergonhosamente por um partido que sob os dois governos Dilma Rousseff, ocupou cargos muito importantes no primeiro, segundo e terceiro escalões, dizem petistas respeitáveis.  

O PP não faz nenhum segredo para ninguém sobre suas pretensões e projetos para 2018. Pretensões essas que não incluem o projeto de reeleição do governador Wellington Dias. O apoio do PT ao PP no município de São Raimundo Nonato, um dos mais importantes municípios piauienses, significa fortalecer um inimigo declarado.  
Postar um comentário