segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

As pessoas brutas não se preocupam com a natureza das coisas

As pessoas brutas são as que menos sofrem porque elas não se preocupam com o tempo (se faz sol ou se vai chover), com o futuro, com as guerras convencionais ou as guerras particulares, com os preços das coisas (grãos, batatas e passagens), com a finitude da vida, em suma, com a morte. Com nada. Para essas pessoas, a vida transcorre naturalmente, sem pressa, sem atropelos, porque tudo o que lhes ocorre é inerente à vida. Já os sábios, esses se preocupam com cotação da bolsa, com a espiral inflacionária, as geadas no Sul, a seca no Nordeste, a troca de poder, o dia de amanhã e o futuro.
O carpe diem é vivido pelas pessoas que não se preocupam com o dia de amanhã e só o presente lhes interessa.
Postar um comentário