sexta-feira, 19 de maio de 2017

Aécio Neves: o político que virou suco




A imagem de um político acabrunhado e assustado
Pelo curto tempo que você sumiu. Nota-se aparentemente que você subiu. Mas o que eu soube a seu respeito. Me entristeceu, ouvi dizer. Que pra subir você desceu. Você desceu”. (Trecho da música Lama, consagrada na voz da saudosa Clara Nunes.

O empresário Joesley Batista ao gravar o presidente Michel Temer, acabou por desconstruir o senador e presidente do PSDB nacional Aécio Neves (PSDB-MG), que aparece nessa gravação pedindo dinheiro ao dono do grupo JBS S/A.  

Após a divulgação da gravação que incrimina o presidente Temer e por tabela, o presidente do PSDB nacional, Aécio Neves viu cair por terra o seu projeto de um dia vir a se eleger presidente da república e dentro do seu próprio partido o seu prestígio é praticamente zero. Uma desmoralização total para quem já quase chegou à presidência da república.  

Aécio Neves de uma hora para outra virou um fantasma de quem todo mundo tem medo e quer dele distância, porque ele está contaminado até a medula pelo vírus da corrupção.  

O mesmo sistema que fez de Aécio Neves um dos políticos mais admirado e respeitado deste país, é o mesmo que é responsável pela sua desgraça e declínio. Para se recuperar desse desastre político Aécio Neves, levará no mínimo duas décadas - e ele não tem mais idade para esperar tanto tempo. Isso quer dizer que o neto de Tancredo Neves ao pedir dinheiro para Joesley Batista cometeu suicídio político. Esse é o caso da esperteza que engoliu o esperto.   

Aécio Neves acabou sendo triturado pelas engrenagens do sistema e entrou para a história como um político ladino e esperto, mas em alguns momentos de uma ingenuidade palmar.
Postar um comentário