terça-feira, 2 de maio de 2017

José Dirceu acaba de ser posto em liberdade



José Dirceu: um comunista e capitalista militante. Um guerrilheiro que nas horas vagas presta consultoria ao arquimilionário mexicano, Carlos Slim. Zé Dirceu é o vermelho melancia. Só que mais verde do que vermelho. Ele é o típico comunista brasileiro. Do tipo que faz revolução nos bares da vida e em ambientes atapetados e climatizados.

O que povo brasileiro já desconfiava, acabou acontecendo nesta terça-feira (2/5), a liberdade do Mensaleiro e Petroleiro, o petista José Dirceu, condenado duas vezes pelo juiz federal Sérgio Moro.

Os ministros da 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal), capitaneados pelo ministro do STF, Gilmar Mendes decidiram nesta terça-feira (2) fatídica revogar a ordem de prisão do juiz Sergio Moro e determinar a libertação do ex-ministro José Dirceu, preso preventivamente desde 2015 e já condenado duas vezes na Operação Lava Jato.

Essa terceira decisão da 2ª Turma do STF de libertar condenados da Operação Lava Jato pelo juiz Sérgio Moro, parece ser uma afronta e uma retaliação ao juiz Moro e a Força Tarefa da Lava Jato, como um recado enviado por aqueles que tem interesse em matar por asfixia essa operação. Uma operação que o país inteiro confia e deposita suas últimas esperanças na moralidade e redenção de uma nação ultrajada e vilipendiada.

O que povo brasileiro tanto temia, o assassinato da Operação Lava Jato por asfixia, tudo sugere, já começou. Viva o Brasil da impunidade!
Postar um comentário