quarta-feira, 3 de maio de 2017

Os interinos Silas Freire e Mainha deveriam voltar em definitivo pra casa



De uma coisa o governador Wellington Dias (PT) não pode ser acusado - é da falta de generosidade. Isso ele tem de sobra, porque se esse governador não fosse uma pessoa generosa os suplentes de deputados federais, Silas Freire e Mainha não teriam permanecido tanto tempo em Brasília, pousando de deputados federais, quando na realidade eles são suplentes.

Ausência de generosidade acontece de parte desses deputados federais interinos que sistematicamente vem votando contra os interesses do Partido dos Trabalhadores (PT). Leia-se, os interesses desse governador petista.  

Se o deputado federal licenciado Fábio Abreu (PTB-PI) não vem correspondendo a frente da Secretaria de Segurança, porque mantê-lo nesse posto? Só se for para favorecer Silas Freire, um suplente que em nada contribui para o estado do Piauí.

O mesmo pode ser dito a respeito da longa permanência do suplente Mainha (PP-PI) em Brasília. Esse assim com Silas Freire é um zero à esquerda, uma inutilidade promovida a um lugar de incompetência. Para Mainha continuar em Brasília só existe uma explicação lógica: o desejo do governador manter sua esposa por perto, a deputada federal licenciada Rejane Dias, atual secretária de Educação do estado.

Wellington Dias ajuda os algozes de Dilma Rousseff e potenciais adversários seus. Isso só acontece no Piauí. As vezes Wellington Dias demonstra ser um político ingênuo. Vai entender cabeça de político!
Postar um comentário