domingo, 11 de junho de 2017

Só a intolerância nos redime



Nós o povo brasileiro, na sua expressiva maioria, somos pessoas extremamente tolerantes, ao ponto de sermos omissas e encaradas como pessoas medrosas.

Para combater essas nossas qualidades negativas, a nossa principal arma é a intolerância, um sentimento aliado à ação que leva qualquer pessoa a não aceitar calado e com resignação, os abusos, as bandalheiras, as sem cerimônias e a desfaçatez das nossas “autoridades”.

Se a sua carga está além do suportável, jogue a carga no chão e diga não a quem lhe impôs o suplício e martírio e chute sua canela.

Se você na hora do voto, não estiver consciente do nome que pretende sufragar, vote nulo e fique em paz com a sua consciência.

Diante de qualquer agressão praticada contra você ou outrem, reaja à altura da agressão e demonstre com o seu ato que você não tolera violência, arrogância e prepotência.   

Os soldados do exército do crime organizado, optaram por engrossar esse exército, como uma forma de revidar ao agressor, ao impostor e aos bandidos travestidos de autoridade. Esse exército cresce a olhos vistos.

Isso não vai acabar bem, se nada for feito no sentido de inverter essa lógica que faz da nossa realidade um fato consumado. Hoje em dia no Brasil, ninguém vive mais numa área de conforto e o medo permeia toda sociedade brasileira. Ninguém está a salvo desse medo real.  
Postar um comentário