sexta-feira, 7 de julho de 2017

O eleitor deve conhecer e julgar o candidato



Político profissional é aquele que tem mais de um mandato e que vive exclusivamente da atividade política. Aquele que abandona a sua verdadeira profissão, não por um ideal, por altruísmo, por patriotismo, mas como um atalho para o enriquecimento e a conquista do poder”. (Tomazia Arouche)

O ano de 2018 está se aproximando, e se as regras do jogo eleitoral não forem mudadas até lá, o país viverá mais um ano eleitoral. Um ano em que tudo gira em torno das eleições para deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente da república. Um ano que o eleitor brasileiro terá a oportunidade de renovar as assembleias legislativas, o Congresso Nacional e trocar o comando do país.

Para saber o que o candidato pensa, o eleitor deve conhecer a carreira dele, assim como sua atuação profissional, seu histórico de vida, sua postura ética e sua conduta diante da sociedade. Se o discurso do candidato não condiz com sua atuação em outros momentos da vida, isso é um indício de que ele pode estar mentindo.

Tomara que a Operação Lava Jato, que vem passando este país a limpo, desempenhe um papel pedagógico e melhore o nível de conscientização do eleitor brasileiro, de modo a que os políticos profissionais sejam expurgados da vida nacional e que políticos sérios e comprometidos ocupem seus lugares e que a política nacional seja renovada e oxigenada com políticos que encarem a política não como uma profissão, mas como a missão de promover uma melhor qualidade de vida para o trabalhador e dos seus dependentes, com foco em educação, saúde, lazer, segurança e estimulo à iniciativa individual.

Conhecer e julgar o candidato a um cargo eletivo, significa investigar o procedimento do pretendente a uma vaga na Assembleia Legislativa, no Congresso Nacional ou na presidência da república, como cidadão e como profissional. Se o sujeito não é um cidadão e não é um bom profissional, dificilmente ele será um bom representante do povo. Pense nisso! Fora o político profissional!  
Postar um comentário