terça-feira, 16 de outubro de 2018

Educar para o transito é urgente


Ensina a criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se desviará.” (Prov. 22:6)

A Educação para o Trânsito, já deveria constar do nosso currículo escolar como disciplina obrigatória. Como material pedagógico. Isso ajudaria muito na disciplina do transito. Mas, isso não impede que no ambiente doméstico as crianças desde a mais tenra idade recebam dos pais, ensinamentos de como a criança deve se conduzir num transito organizado ou não.  

O transito na sede do município de São Raimundo Nonato é o mais confuso, o mais perigoso e o mais indisciplinado de todo o estado do Piauí. A começar pelo estacionamento dos veículos em mão dupla. A propósito: não existe qualquer preceito no Código de Transito Brasileiro (CTB) que proíba, em vias de mão única, o estacionamento de veículos no lado esquerdo da via, mas esse procedimento acaba criando transtorno para o fluxo do transito. Por isso, é aconselhável que o condutor de veículo colabore não estacionando o seu veículo em mão dupla. Isso já é uma atitude cidadã.

Mesmo que a prefeitura não disponha de um departamento de transito, mas, só o ato desse órgão público sinalizar vertical e horizontalmente o transito com semáforos, faixas e invista na educação para o transito, a redução dos acidentes de trânsito já se farão sentir num curto espaço de tempo. Quiçá, a educação para o transito produza muito mais resultados do que a própria presença do guarda de transito nas ruas.

Estatísticas de mortes e acidentes no trânsito nos assombram todos os dias. Isso em todos os lugares do Brasil. Acreditamos que a educação pode mudar isso ou, ao menos, amenizar, estes números. Apesar dos programas educativos promovidos pelos órgãos responsáveis pelo controle do trânsito, a impressão que temos é a de que o comportamento de significativa parcela dos motoristas brasileiros no volante não prima pela cortesia, civilidade e respeito às normas de tráfego.

Em tempo:

O projeto de Lei de 2017 de autoria Do Sr. Deputado Alfredo Nascimento PR/AM

Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação –LDB), para incluir a educação para o trânsito como tema transversal dos currículos da educação básica.

Siga os blogs Diário do Homem Americano e Dom Severino no Twitter, no Face book e no Google.
Postar um comentário