quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Não somos todos Lula, só os ricos e os políticos

Lula: o conferencista
O jornalista Elio Gaspari publicou no dia de hoje, um texto cujo título é: “Somos todos Lula”, numa alusão a uma campanha que o Partido dos Trabalhadores (PT) pretende lançar no país, com o firme propósito de criar uma identidade entre o ex-presidente Lula e brasileiro comum. O que não é verdade, porque o presidente de honra do PT ascendeu socialmente e desde que se tornou um líder político, distanciou-se do cidadão comum e passou a frequentar o mesmo espaço frequentado pelas nossas elites: rica e intelectual.

Lula é igual aos políticos, aos empresários e aos empreiteiros. O contato hoje em dia de Luís Inácio Lula da Silva com o povão é apenas superficial, do tipo que a personalidade acena para o povo da escada do avião ou do político que chega aos encontros cercado de segurança e da cúpula do seu partido que também funciona como um cordão de isolamento.

O ex-governador Leonel Brizola, tido e havido como um político extremamente popular, só andava cercado de membros das brigadas brizolistas que organizavam o teatro, do tipo que o político ameaça cair nos braços do povo, mas sabe que como o combinado, os seus guardiães o impedem de fazer contato a gente humilde.  

Simão Cirineu Batista Quadros
Postar um comentário