quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Apoiar Dilma não significa necessariamente apoiar o PT





Apoiar Dilma Rousseff não significa necessariamente apoiar o PT .  O Partido dos Trabalhadores (PT), como se diz na gíria, já era. Apoiar Dilma é uma tentativa de salvar este país do desastre anunciado.


O que está em jogo neste momento muito difícil da vida nacional, é a sobrevivência do país e não os interesses desse ou daquele partido, porque como todos nós sabemos, a política brasileira é feita por siglas de aluguel que servem como trampolim para a ascensão social política e social de políticos oportunistas, carreiristas e alpinistas sociais.

Tentar colocar a locomotiva chamada Brasil nos trilhos do crescimento é mais fácil com Dilma Rousseff no comando, em que pese a sua baixíssima avaliação, porque ela conta com um apoio de um grande partido e de alguns partidos do que se convencionou chamar de base aliada e de movimentos sociais, como o MST, a CUT, a UNE e outros movimentos menos expressivos – o que um eventual governo de Michel Temer ou Aécio Neves não contará.

O Brasil com Dilma Rousseff fora do poder estará mais próximo da ingovernabilidade, porque o PT na oposição, juntamente com o MST, a UNE e a CUT – qualquer governo estará fadado ao fracasso. Ia me esquecendo de falar nos brasileiros dependentes dos programas sociais.

Está dado o recado.

por Reis Perdigão Aboud 

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário