sábado, 9 de janeiro de 2016

Há 50 anos o Piauí vem derrotando o Maranhão




Com a eleição de Flávio Dino, governador do Maranhão, embora eu não tenha votado nele e até torcido contra a vitória desse comunista, mesmo assim eu cheguei a alimentar a vã esperança de que com a sua consagradora vitória, o município de Timon se libertasse das garras da empresa Dois Irmãos - que há a mais de 50 anos detém o monopólio do transporte coletivo nesse município maranhense.

Alimentei por algum tempo a vã esperança de que essa obscenidade e imoralidade acabasse no novo governo do Maranhão, o que o grupo Sarney não conseguiu nos quase 50 anos de mando político.

Mas, essa minha esperança durou pouco, porque a empresa Dois Irmãos, acaba de derrotar de maneira humilhante o povo timonense e por extensão, o povo maranhense e consequentemente o governador Flavio Dino. É que a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) acaba de determinar a não circulação da empresa Timon City no trajeto Timon-Teresina e vice-versa. Essa empresa que ousou desafiar o empresário piauiense Oswaldo Mendes, que pelo visto tem um santo forte e amigos muito poderosos e influentes em Brasília.

Se o estado do maranhão tivesse um governo forte e a tão propalada amizade entre Flávio Dino e Dilma Rousseff existisse de fato, esse problema seria resolvido a favor dos timonenses, com um simples telefonema do governador maranhense ao diretor dessa agência.   

A bem da verdade, o governador Flávio Dino ainda não disse a que veio, porque o Maranhão continua sendo um estado com os maiores índices de violência e a educação e saúde continuam na UTI.

Postar um comentário