quarta-feira, 27 de abril de 2016

A história no Brasil se repete sempre como farsa


Charge cedida pelo blog do Josias

Pelo andar da carruagem, um eventual governo do PMDB repetirá a história no Brasil, como farsa. É que segundo se comenta pelos corredores de Brasília e a grande imprensa especula, o vice-presidente da república Michel Temer usará dos mesmos critérios para formar um novo governo, caso Dilma Rousseff seja apeada do poder.

Temer para garantir um mínimo de governabilidade no seu breve governo, não fará nada diferente do governo do PT e do PMDB ou seja, seguirá a mesma cartilha e o mesmo método usado dos governos anteriores e já faz movimentos no sentido de atrair o PSDB e DEM para compor o seu eventual governo.

O momento político brasileiro guarda alguma semelhança com o fim do último mandato de Getúlio Vargas, porque as movimentações tanto da situação para se manter no poder como da oposição para ocupar o lugar hoje ocupado por Dilma são muito parecidos. Com cada lado negociando apoio. O governo de Michel Temer, fatalmente terá o mesmo destino do de Café Filho. Um governo de triste memória. 

Quando dizemos que Michel Temer negocia com os partidos que apoiaram a vingança de Cunha, isso sugere que a política do toma lá dá cá já corre solta pelos corredores do Palácio do Jaburu. O nome Jaburu é muito sugestivo. 
Postar um comentário