terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Estranha relação essa do PT e PSDB no PI

Wellington Dias e Firmino Filho acertando parceria 
Conversei na tarde de ontem, com um petista e um tucano em Brasília, para saber como está sendo recebida pela direção desses dois partidos a nível nacional, essa parceira que está sendo montada no estado do Piauí entre dois partidos que no plano nacional são arquiinimigos. E o que ouvi não foi nada lisonjeiro e abonador, tanto para o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), como para o diretório do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Isso talvez explique a falta de prestígio do governador Wellington Dias (PT) junto ao Palácio do Planalto, que já deu sobejas demonstrações de que o senador Ciro Nogueira (PP) goza de mais prestígio junto à presidenta Dilma Rousseff do que o governador o Piauí. Ciro Nogueira a quem coube a direção da CODEVASF e que foi ouvido quando da escolha do ministro da Integração Regional, Gilberto Magalhães Occhi.

Se o rio Parnaíba secar por falta de chuva nas suas nascentes?

Este é o leito do rio Parnaíba no verão tomado ilhas e coroas (bancos de areias)
Se a região Sudeste que nunca tinha passado por uma crise hídrica tão terrível e que está afetando o fornecimento de água potável e energia elétrica nos seus maiores estados, o que podemos esperar da região Nordeste que todos nós sabemos sempre foi muito castigada por secas que duram quase uma década e provocam a morte homens, animais e plantas? Problemas muito maiores. Nos últimos três anos o rio Parnaíba que quando chove regulamente nas suas nascentes e cabeceira provoca enchentes nos municípios ribeirinhos, não tem enchido a sua calha ao de transbordá-la. Na divisão entre os estados do Piauí e Maranhão, mais precisamente entre os municípios de Timon e Teresina, nos meses de agosto, setembro e outubro, quando o verão (estação sem incidência de chuva nesta região), a travessia desse rio logo poderá ser feita sem o uso de embarcação. Caso o rio Parnaíba venha a secar como já ocorreu com a lagoa do Portinho (um dos pontos turísticos mais visitados do município de Luiz Correia e o rio Poti que é um rio periódico) estado do Piauí e alguns municípios maranhenses entrarão em colapso. O maior afluente do rio Parnaíba, o rio Balsas e as nascentes desses dois rios merecem cuidados especiais. Será que a AGESPISA, assim como a SABESP trabalha com volume morto, uma reserva de água para ser usada numa emergência?

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz
Postar um comentário