segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

O PT tem quatro anos para corrigir seus erros

Os programas sociais, como Bolsa Família, Luz Para todos, Prouni e Minha Casa Minha Vida são os principais responsáveis diretos pela permanência do Partido dos Trabalhadores (PT) no poder. Nos três primeiros sucessivos governos do PT, verificaram-se no Brasil grandes avanços na área social, mas não por méritos exclusivos desse partido, mas devido a continuação das políticas sociais começadas lá atrás, inclusive no governo de José Sarney - que colocou na agenda brasileira ‘o social como prioridade’. Tanto isso é verdade que o slogan do primeiro governo da Nova República era “Tudo pelo Social”. O mérito do PT consiste em ter dado continuidade aos programas sociais e ampliá-los.

Se houve avanços na área social no Brasil sob o PT, nos três mandatos anteriores, sendo dois de Lula e um de Dilma, também houve neste país escândalos monumentais nesse período, como o Mensalão e o Petrolão. Escândalos numa dimensão jamais vista num país que tem a tradição de ser um país corrupto.

O governo Collor de Mello entrou para a história deste país como sendo um governo corrupto, mas foi superado pelos governos de Fernando Henrique Cardoso (FHC), que através da compra de votos de parlamentares criou no país o instituto da reeleição, considerado por analistas, cientistas e políticos com larga experiência na vida pública, como sendo o maior mal já praticado contra este país.

Aí veio o PT com um discurso moralizante e prometendo promover uma ruptura com a Velha Política e hoje, já passados mais de 12 anos de sucessivos governos petistas, e o Brasil piorou no quesito corrupção. Outros erros foram cometidos, mas de menor monta.

A reeleição da presidenta Dilma Rousseff foi uma segunda chance dada ao PT para corrigir parte dos erros cometidos nos governos petistas anteriores. Se isso não for feito, o PT em 2018 será defenestrado do poder e deixará o Palácio do Planalto com o “rabo metido entre as pernas”, humilhado e com difíceis chances de retorno.

A eleição de Dilma Rousseff é como se fosse uma sobrevida dada ao PT para se redimir do erros e pecados cometidos por apego ao poder.

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no Portalaz 
Postar um comentário