quarta-feira, 25 de novembro de 2015

A casa do PT desabou



Dulcídio Amaral é um ex-tucano que  ingressou no PT em 2001  


O universo nos últimos anos anda conspirando contra o Partido dos Trabalhadores (PT), um partido que navegou durante 10 anos num céu de brigadeiro, com todos os ventos soprando a seu favor, mas que depois da segunda metade do primeiro governo Dilma Rousseff, a coisa degringolou de vez e praticamente tudo passou a dar errado. Sob os dois governos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, só o escândalo do Mensalão arranhou a imagem desses governos e do PT.  

Da segunda metade do governo Dilma Rousseff em diante, o céu que antes se apresentava sem a ameaça de borrascas, foi tomado por nuvens carregadas que ameaçam desabar sobre o país e arrasar tudo.

O recrudescimento da crise econômica, o escândalo do Petrolão, o agravamento da crise política e as prisões de dirigentes e parlamentares petistas, jogou o governo da presidenta Dilma Rousseff e o PT numa crise sem precedentes.

A prisão do líder do governo no Senado, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) no dia de ontem e do banqueiro André Esteves, do banco BTG Pactual, pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (25), no Rio de Janeiro fez o mundo desabar sobre o governo e o PT.

A prisão do pecuarista João Carlos Bumlai, na 22ª fase da Operação Lava-Jato, considerado pela imprensa como um grande amigo de Lula aumentou o desconforto do governo e do PT.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino

 
Postar um comentário