segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O Maranhão tem o segundo maior rebanho bovino do NE



A nova pesquisa do IBGE sobre o desempenho da pecuária dos municípios brasileiros mostra que o rebanho nordestino resiste às consequências da seca e desafia a crise econômica, apresentando crescimento de 1,3% ano passado, taxa quatro vezes maior que a obtida em âmbito nacional.

AGÊNCIA PRODETEC ππ [OUTUBRO 2015]

A pecuária bovina nordestina resiste à seca e se manteve em crescimento em 2014, pelo segundo ano consecutivo, depois da retração ocorrida em 2012. O aumento foi de 1,3%, bem acima da variação de 0,3% ocorrida em âmbito nacional.

O total do rebanho do Nordeste alcançou 29,3 milhões de cabeças, o equivalente a 13,8% do rebanho nacional de 212,3 milhões de cabeças.

O rebanho regional aumentou em 392 mil novas cabeças em 2014, das quais 147 mil correspondem à contribuição do produtor maranhense.

Em escala nacional, o melhor colocado é o município maranhense de Açailândia, em 54º lugar, com um rebanho de 435,1 mil cabeças.

No Nordeste, as maiores boiadas se encontram no Maranhão e na Bahia. O levantamento realizado pela Agência Prodetec mostra que somente 29 municípios da região apresentam rebanhos acima de 100 mil cabeças. Nesse rol, além de Açailândia, destacam-se ainda os municípios de Amarante do Maranhão, com 249,8 mil cabeças, Santa Luzia (MA), com 199,1 mil, Itamaraju (BA), com 186 mil e Bom Jardim (MA), com 170,1 mil cabeças

Fonte: IBGE-PPM 2014. Elaboração Agência Prodetec.

Mais aqui:
http://www.agenciaprodetec.com.br/es...e-cabecas.html


com blog Maranhão Maravilha 

Siga  no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino

Postar um comentário