sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Firmino considera Elmano um adversário fraco




O Véin e o prefeito criança

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), ao afirmar que prefere ter como adversário o senador Elmano Férrer (PTB-PI) e ao elogiá-lo, o faz no sentido de atrair para o ringue um pré-candidato que ele Firmino considera o mais fraco de todos.

Com esse seu gesto, o prefeito da capital piauiense, procura mexer com a vaidade de Elmano Férrer, de modo a que esse político, ‘inventado e criado’ pelo grupo Claudino, se sinta na obrigação de ser candidato a prefeito de Teresina. O que caso ocorra, para os tucanos será uma vitória antecipada.

Essa jogada de puro maquiavelismo político de Firmino Filho é uma tentativa dos tucanos de forçarem a desistência do pré-candidato, o deputado estadual Dr. Pessoa, que para se eleger prefeito de Teresina só precisa de um bom marqueteiro que consiga formular um bom discurso de mudança. Um discurso que cabe muito bem nessa disputa, haja vista, o enorme tempo que Firmino e o PSDB estão no poder na capital piauiense.

É imoral, é obsceno um partido governar um município por quase 30 anos (mais de um quarto de século) e sem apresentar resultados que justifiquem a permanência tanto tempo no poder.

Numa Pompílio Seabra Evaristo
Postar um comentário