quinta-feira, 30 de junho de 2016

A república dos criminosos



O banqueiro Carlinhos Cachoeira
Por mais esforço que o Estado faça, não dá conta de construir mais vagas nos presídios no ritmo necessário.

A Operação Lava Jato de tanto mandar criminosos para os presídios, agravou um problema que já era muito grave, que é a superlotação dos presídios brasileiros.

O número de pessoas presas no Brasil cresceu 7% somente nos seis primeiros meses deste ano, intensificando uma tendência que fez do Brasil um dos três países do mundo com maior aumento da população carcerária nas últimas duas décadas.

A Operação Lava Jato, de tanto mandar prender corruptos vai obrigar o Estado a construir um presídio exclusivo para corruptores e corruptos condenados pelo juiz Sérgio Moro.

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (30) a Operação Saqueador. São alvos da ação a Delta Construções, do empreiteiro Fernando Cavendish e o contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, que já está preso. A operação investiga lavagem de dinheiro em obras públicas.

Os corruptores e corruptos além de cometerem crimes contra o povo, ao serem trancafiados criam um novo problema para o país, que são as suas custódias.

A instituição da Pena de Morte para corruptos e corruptores, além de inibir os crimes de corrupção, poupariam o país de mais despesas.
Postar um comentário