quarta-feira, 22 de junho de 2016

Verdades inconvenientes



Sérgio Machado de dedo em riste

Verdades inconvenientes, embora inconvenientes, mas são verdades e verdades são irrefutáveis.

Os detratores do ex-senador tucano e ex-presidente da Petrobras Transporte (Transpetro), Sérgio Machado tentam desqualificar um dos operadores do sistema que arruinou a Petrobras, mas não negam que conviveram e participaram dos diálogos gravados por esse político cearense.

A queda de três ministros do governo provisório de Michel Temer, não aconteceu por acaso e nem por um propósito divino, mas, por inconfidências de alguém que era tido como um fiel colaborador, parceiro ou até mesmo como amigo.   

O terremoto provocado por Sérgio Machado no governo Temer, ainda vai levar muito tempo, para que os seus efeitos e consequências se dissipem. Circulam rumores em Brasília, dando conta de que o ex-presidente da Transpetro ainda não usou nem 50% da farta munição que ele tem estocada para usar contra aqueles que o abandonaram. Isso quer dizer que a metralhadora giratória de Sérgio Machado ainda vai fazer muitas vítimas. Vamos aguardar.
Postar um comentário