quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Nuvens carregadas sobre o país



O vácuo político que foi criado no país, com a ascensão de um governo antipopular e herdeiro de governos que investiram no populismo, no clientelismo, no fisiologismo e paternalismo político e acabaram por jogar este país numa situação que beira a anomia política e ao desgoverno, criou um ambiente propício a anarquia e o despudor.

O momento que este país vive é de extrema gravidade e o ambiente é muito favorável para que exploda uma convulsão social que ninguém pode prever sua dimensão, haja vista, o clima de tensão que tomou o país a partir de 2013, quando o Brasil foi tomado por multidões que exigiam reformas profundas na vida do país. O povo brasileiro gritou e se revoltou contra a nossa classe dirigente e o parlamento brasileiro que sempre se mostraram fora de sintonia com a sociedade brasileira, por não dialogarem e trabalharem pelo bem comum.

A dessintonia entre o Poder Legislativo e a sociedade brasileira, ficou mais uma vez evidenciado, na noite de ontem (29/11) quando a Câmara Federal desfigurou um pacote de medidas propostas por um projeto de iniciativa popular, pensado para inibir as ações de corruptos e corruptores contumazes. Na noite de ontem a Câmara Federal deixou manifesta a sua opção pelo corporativismo e pela sobrevivência dos políticos e partidos que para existirem não dependem do povo.

O ambiente que nós vivemos é muito perigoso e tudo poderá acontecer num curto de tempo se não houver um chamamento à razão e um apelo a formação de um Pacto Social que seja capaz de unir e salvar o país de uma tragédia anunciada.

O diagnóstico o povo brasileiro já tem dos problemas, mas lhe falta um líder, uma liderança capaz de conduzir está nação a um porto seguro.

Por Anthony-Isaac Silvestre de Sacy Souza
Postar um comentário