quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O PT, PP e PMDB votaram unidos contra juízes e procuradores



O ícone do comunismo brasileiro Luís Carlos Prestes, para sobreviver politicamente não teve nenhum constrangimento, pudor e crise de consciência ao entregar sua esposa a comunista russa Olga Benário Prestes a policia getulista.

O PMDB e PP sócios do PT no negócio do Petrolão, deram, respectivamente, 46 e 34 votos favoráveis à aprovação da emenda que pune juízes e procuradores. Dos 56 deputados federais do PT com assento na Câmara Federal, 55 votaram ontem a emenda que tipifica o abuso de autoridade de juízes e procuradores do Ministério Público, uma das distorções no pacote anticorrupção aprovadas na Câmara.

Contra o Poder Judiciário ainda votaram políticos o PSOL, do Partido Rede de Sustentabilidade e o PDT. Numa palavra, a esquerda votou unida contra o pacote de medidas anticorrupção e em contrapartida vão poder contar com o apoio de mais de 90% da Câmara Federal para que partidos “nanicos” como PSOL, REDE, PC do B e PDT não sejam atingidos pela reforma política.

À esquerda brasileira, faz qualquer negócio, desde que as sinecuras e vidas mansas dos seus militantes sejam garantidas.  
Postar um comentário