quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O ar solene de um político viciado em poder



Quem visse pela primeira vez, o deputado federal Rodrigo Maia na noite de ontem (29/11) presidindo a sessão que votou pelo ‘engessamento do Poder Judiciário’, julgava estar diante de um político investido dos mais nobres propósitos e sentimentos, porque o ar solene desse político à moda antiga e político profissional, induzia qualquer pessoa ao erro. 

O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia é filho e genro de políticos profissionais, e o próprio parlamentar fluminense é um político profissional, sem ter nunca tido uma atividade fora do setor público e do parlamento. Com assento há mais de 20 anos na Câmara Federal.

O deputado federal Rodrigo Maia, na noite de ontem afrontou por duas vezes o Poder Judiciário. A primeira afronta foi ter conduzido os trabalhos da sessão que votou e aprovou castigos aos juízes e promotores de justiça. A segunda afronta foi o presidente da Câmara Federal decidir pela instalação de uma comissão especial para rever uma decisão do STF sobre o aborto.    

Em tempo: o Poder Legislativo resolveu peitar o Poder Judiciário ao engessar juízes e promotores de justiça. A primeira vítima desse enfrentamento deverá ser o presidente do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) que estará sendo julgado no início do próximo mês. 
Postar um comentário