domingo, 4 de dezembro de 2016

A esquerda anda sempre na contramão




O Porta estandarte da esquerda

O povo brasileiro acompanha ‘abestalhado’ ao comportamento da esquerda brasileira, capitaneada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), os últimos acontecimentos que a coloca frontalmente contra os anseios de uma população que deseja recuperar um pouco da sua ‘dignidade aviltada’ por uma classe política que não dialoga com a sociedade esclarecida e muitas das vezes a agride ao advogar em causa própria e defender interesses corporativos ou grupos de interesses.

A desfiguração do pacote de medidas de combate à corrupção na madrugada do dia 30/11, executado pelo PT, PC do B, PDT, PSB, PSOL de comum acordo com o PSDB, PP e PMDB é a suprema exposição ao ridículo e a completa desmoralização de partidos que se dizem de esquerda, sobretudo por se aliarem a partidos que apearam Dilma e o PT do poder.

A esquerda ao se posicionar a favor do enriquecimento ilícito, como no caso específico da alteração para pior do Projeto de Lei 4850/2016 se posiciona ao lado daqueles que já estão presos ou em vias de serem presos, por envolvimento no escândalo do Petrolão. De políticos corruptos que afrontam, denigrem e maculam a imagem de um país mal visto pelos países desenvolvidos e civilizados. 

A esquerda brasileira que já quis embarcar este país numa aventura para cubanizar (transformar o nosso país numa ditadura à moda cubana), o que não aconteceu graças a intervenção das Forças Armadas, demonstra mais uma vez que não está a serviço do povo brasileiro.
Postar um comentário