segunda-feira, 15 de maio de 2017

A senadora Regina Sousa não deve jogar a toalha




Regina Sousa: a vermelha

Não é segredo para ninguém que a briga está feia na “base aliada” do governo do Partido dos Trabalhadores (PT) no estado do Piauí, pela disputa de mais espaço e a garantia da indicação do candidato a vice-governador e senador na chapa encabeçada por Wellington Dias, entre os partidos PP, PMDB e o próprio PT. 

Como o PP e o PMDB não fazem mais mistérios quanto às suas pretensões e ambições políticas, a senadora Regina Sousa (PT-PI) resolveu reagir e acaba de afirmar que ainda tem muita disposição para tentar reeleger-se. 

Como candidata natural, Regina Sousa deve se impor e exigir que o PT não abdique da sua candidatura à reeleição. O que certamente contrariará os interesses do governador Wellington Dias, que entende que para reeleger-se tem de atender as exigências do PP e do PMDB. O que praticamente obriga esse governador petista a sacrificar alguns dos seus companheiros. Agora, cabe ao PT não sacrificar a candidatura de Regina Sousa, para atender aos interesses particulares de Wellington Dias.
Postar um comentário