segunda-feira, 26 de junho de 2017

Quase 100% da população brasileira rejeita o governo Temer



Eu votei SIM para que a OAB peça o impeachment do Presidente Temer”. (Janaina Pascoal – coautora do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff).

Ele foi um vice decorativo e, agora, é um presidente decorativo, para dizer o mínimo”. (Hélio Bicudo é um dos responsáveis pelo pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff).

Espero que o partido (PSDB) encontre um muro suficientemente grande que possa servir de túmulo”. (Frase de autoria de Miguel Reale Jr, sobre a permanência do PSDB no Temer. Miguel Reale que é coautor do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff).

Apenas 7% da população brasileira avalia o governo Temer como bom ou ótimo, segundo Datafolha. Só o governo José Sarney que iniciou à Nova República atingiu número mais baixo durante a crise da hiperinflação. O governo Michel Temer continua a registrar níveis recordes de impopularidade. Uma pesquisa divulgada pelo Datafolha neste sábado (24/6) revelou que o governo só é classificado como ótimo ou bom por um ridículo 7% da população do país.

Essa péssima avaliação do governo Temer é plenamente justificável, uma vez que esse governo está mergulhado numa onda gigante de crises (política, moral, econômica, ética e institucional) e quanto mais Temer permanece na presidência da república, mais essas crises se agravam e o país afunda ainda mais num oceano de problemas que vão do desemprego ao clima de insegurança que tomou conta do país.

O governo Temer que é formado na sua quase totalidade por pessoas investigadas pela Operação Lava Jato, não reúne mais condições morais para continuar, uma vez que ele não tem apoio popular e é considerado imoral pelo conjunto da nação, cujo comandante é motivo de mais de uma dezena de pedidos de impeachment, sendo que um deles é de autoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O governo Temer está vivendo os seus estertores e quem continuar apoiando esse governo, estará sujeito a ira da nação brasileira. Quem viver verá!
Postar um comentário