sexta-feira, 29 de maio de 2015

Um modelo de gestão e gestão eficiente


“Mudar uma cultura política-administrativa é eliminar os vícios e criar novos valores para os servidores públicos“. (Tomazia Arouche)

No dia de ontem (26/05) estive visitando o município de Cel. José Dias e aproveitei a oportunidade para visitar o prefeito desse município, Maninho, um misto de empresário e político que desde que lançou a sua candidatura a prefeito desse importante município piauiense, me despertou a atenção por se dizer comprometido em fazer a melhor administração que esse município já teve, por ser um empresário muito bem sucedido e que por consequência não depende da política para viver.

Mas, antes de ouvir o prefeito Maninho, procurei ouvir pessoas representativas desse município, como o construtor civil e membro da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cel. José Dias, Gerson Dias dos Santos, sobre a atual gestão e os compromissos de campanha do chefe do Poder Executivo municipal.

Comecei indagando Gerson Dias dos Santos sobre a maior obra do governo atual, ao que ele me respondeu dizendo: “eu destaco como positivo nesse governo o fato da prefeitura de Cel. José Dias voltar a ser adimplente, após negociar todas as suas dividas com o governo federal e poder voltar a contrair novos empréstimos e a receber recursos federais”. Esse líder sindical destacou ainda, a competência do prefeito Maninho que assim que assumiu o seu mandato buscou a pacificação dos servidores municipais, que antes se dividiam entre correligionários e adversários do atual prefeito. Os primeiros não trabalhavam porque se sentiam responsáveis pela vitória do prefeito e os segundos, porque eram adversários e não estavam dispostos a colaborar.

Na minha conversa com o prefeito Maninho, lhe pedi que me apontasse a maior realização do seu governo - ao que prontamente me respondeu dizendo: “a mudança de cultura do servidor municipal que hoje trabalha para o município sem pensar na cor partidária e deixando de lado a disputa política para quando 2016 chegar”.

Com a nova filosofia implantada pelo prefeito Maninho, o servidor municipal pode e deve pensar com a sua própria cabeça, mas no exercício da sua função, ele tem que trabalhar cumprindo religiosamente o horário estabelecido no contrato e o prefeito por sua vez tem o dever de pagar salários em dia e qualificá-los.

Em que pese a falta de recursos arrecadados com impostos e a queda no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o município de Cel. José Dias é um verdadeiro canteiro de obras e uma cidade apresentável.     
Postar um comentário