domingo, 28 de junho de 2015

São Raimundo Nonato sofre apagão elétrico de no mínimo 7 horas



Falta de energia ou desligamento programado? O desligamento programado é necessário e indispensável, mas precisa ser comunicado previamente.

Mensalmente o município de São Raimundo Nonato, localizado na região Sudeste do estado Piauí, fica entre quatro e cinco horas sem energia elétrica, geralmente aos domingos; de onde se deduz que se trata de desligamento programado. O que está previsto na resolução 466 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) mas, para que esse desligamento ocorra, a empresa concessionária de energia elétrica deve emitir um comunicado prévio através da imprensa,  para que o consumidor, sobretudo, o industrial e comercial, possam também se programar para não sofrerem prejuízos. No dia de hoje o fornecimento de energia elétrica levou sete horas para ser reestabelecido. Como não não houve comunicado, então foi apagão.


Caso o comunicado não seja feito, o consumidor pode acionar a agência reguladora, que tomará as providências cabíveis. Esse é o caso dos consumidores de energia deste município.
Se o problema da interrupção do fornecimento de energia for de outra natureza, também cabe ao consumidor exigir ressarcimento pelos prejuízos causados pela interrupção do fornecimento de energia elétrica.

A propósito: a Eletrobrás Piauí é campeã em desrespeitar os direitos do consumidor. Não é à toa que essa empresa ocupa o último lugar no ranking das empresas do setor elétrico. Daí a falta de interesse dos investidores em adquirir essa empresa, que há muitos anos vem sendo preparada para ser privatizada.
Postar um comentário