quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Ajudar a salvar o país é um dever de todo nós



Companheiros cidadãos do mundo, não perguntem o que a América fará por vocês, mas o que juntos podemos fazer pela liberdade do homem.” (frase extraída do discurso de posse dp35º presidente dos EUA, John Fitzgerald Kennedy)

Essa frase citada pelo ex-presidente dos EUA, John Fitzgerald Kennedy no seu discurso de posse em 1961, pode ser usada pela presidenta Dilma Rousseff um chamamento aos brasileiros, para se unirem em defesa da pátria, num momento particularmente difícil, quando uma onda de pessimismo criada pelos adversários do atual governo, ameaça paralisar o país.

O momento que vivemos é de extrema gravidade e que está a exigir de cada brasileiro - uma dose elevada de patriotismo e de sacrifício pessoal para que o Brasil consiga superar uma crise que se não for combatida a tempo, poderá agravar-se de tal maneira que acabe destruindo todas às conquistas sociais obtidas nos últimos 20 anos.

A oposição parece não conhecer a exata dimensão da crise brasileira ou das crises, porque age como incendiário. Alguém que em vez de jogar água sobre o incêndio, joga gasolina. 

O governo num esforço de guerra deve enviar ao Congresso Nacional Medidas Provisórias (MPs) que recrie a CPMF (o imposto do cheque), que tribute as grandes fortunas e aumente a contribuição dos bancos. O esforço e o sacrifício devem ser de todos.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário