quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Eduardo Cunha e a sua guerra particular



 Essa dupla joga em perfeita sintonia

A guerra que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha está travando contra o governo da presidenta Dilma Rousseff é particular e não tem um caráter nobre, ou seja, não é a favor do Brasil, mas feita exclusivamente para tentar garantir benefícios pessoais que esse parlamentar e presidente da segunda casa do Congresso Nacional perdeu no quarto mandato do Partido dos Trabalhadores (PT).

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apostou e investiu tudo nessa sua guerra contra a presidenta Dilma Rousseff que embora fragilizada, ainda dispõe de muitos meios para vencer um parlamentar que não é um ‘poço de virtudes’ e nunca defendeu os interesses do povo brasileiro.

Com o racha no PMDB provocado pela adesão do presidente do Senado, Renan Calheiros ao governo da presidenta Dilma Rousseff aos poucos Eduardo Cunha vai ficando isolado, porque o novo adversário Renan Calheiros sabe como ninguém os seus movimentos no cenário da sua guerra.

O senador Renan Calheiros é na atualidade o maior estrategista político do Brasil. Ele aprendeu muito com o seu amigo, o ex-senador amapaense José Sarney.

Eduardo Cunha perdeu uma guerra para a qual ele não se preparou devidamente. 

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino 
Postar um comentário