segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O PT perdeu inteiramente o rumo e o bom senso



José Dirceu: o comunista neoliberal

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) deveria propor a expulsão de petistas que assinaram uma carta de apoio ao réu em dois dos maiores escândalos do Brasil república, José Dirceu.

Essa carta de apoio a um condenado pela justiça brasileira, coloca em cheque o Poder Judiciário, a Polícia Federal e o Ministério Federal  (MPF), as três instituições mais respeitadas pelo povo brasileiro. Uma pergunta que não quer calar: quem esta certo, os petistas que apoiam os mensaleiros e petroleiros do mal ou essas três instituições? Eu respondo pelo povo brasileiro: as instituições ultrajadas. Aqui cabe uma explicação: O Poder Judiciário passou a ser respeitado pelos brasileiros, após o ex-presidente do STF, o ex-ministro Joaquim Barbosa ter comandado o julgamento da Ação Penal 470, mais conhecida como Mensalão que colocou atrás das grades as maiores lideranças do PT.

A propósito: a carta de apoio a Dirceu leva ainda as assinaturas dos senadores Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ) e Paulo Rocha (PA), deputados federais do Pará, além de dirigentes nacionais da legenda, como Mônica Valente, mulher de Delúbio Soares, e Gleide Andrade, vice-presidente nacional do partido. No estado do Piauí, Pedro Calisto, presidente do PT no Piauí, assinou carta de apoio a José Dirceu.

Os petistas que tiveram a ousadia de assinar uma carta de apoio ao detento José Dirceu, o fizeram por não acreditar no Poder Judiciário, na Polícia Federal (PF) e no Ministério Público Federal (MPF) ou por deverem favores ao antigo homem forte do PT. Isso é muito grave. A última hipótese e a mais provável. 

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário