quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Dilma eleva o tom do seu discurso e ataca as aves agourentas


Que o Partido dos Trabalhadores (PT) e a própria presidenta da república são responsáveis por essa onda de crises que ameaçam a governabilidade e as instituições do país é inegável. Negar tantas evidências é o mesmo que querer tapar o sol com a peneira. Uma tarefa impossível e inglória. Uma tarefa inglória porque não constrói.

Sem querer negar o papel da oposição, mas pensando no bem do país, reconheço que neste momento investir na queda do ministro da Fazenda, um técnico que foi convocado para salvar o país de um desastre que se apresenta iminente se não houver um esforço de salvação nacional - é torcer e apostar numa grande tragédia da qual ninguém se salva.



Os economistas brasileiros, especialistas em achismos, vivem achando isso e aquilo da economia brasileira, mas não tem uma formula pronta que seja apresentada ao país, como parte de um esforço da sociedade brasileira para que este país consiga sobreviver às crises moral, política e econômica que se agravam a cada dia e ameaçam o surgimento da maior de todas as crises: a institucional.

Insisto na tese da preservação e do fortalecimento do ministro Joaquim Levy. Se a oposição conseguir derrubar o ministro da Fazenda de Dilma Rousseff, o Brasil mergulhará numa crise sem precedentes na história recente deste país.



Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário