segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Dilma não pode sucumbir às chantagens peemedebistas



“Achamos que a aliança com o PMDB é importante para o País, mas o partido não pode ter chantagistas.”


Os peemedebistas são useiros e vezeiros na arte da chantagem política. É óbvio que no seio do PMDB existem políticos sérios e comprometidos com o seu país, mas esses são a exceção, infelizmente.

O PMDB que desde o governo de Fernando Collor de Mello vive parasitando os governos de plantão. Sob o último governo Dilma Rousseff esse partido perdeu qualquer noção de dignidade, respeito, ética e sentimento patriótico ao fazer oposição ao governo do qual faz parte, direta e indiretamente.  

O PMDB pousar de oposição num momento tão difícil como este que o país atravessa soa como a mais deslavada chantagem, sem cerimônia e desfaçatez do seu quadro dirigente.

O PMDB se apresentar como oposição ao governo cujo vice-presidente da república é o peemedebista Michel Temer soa ridículo, porque incompreensível e desonesto.

A presidenta Dilma Rousseff neste momento de extrema dificuldade deve fazer uma opção entre os políticos carreiristas, oportunistas e alpinistas políticos e o povo que na base da pirâmide social se sente reprimido, agredido e ofendido cotidianamente.  

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário