quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Dilma Rousseff gosta mesmo de provocar as Forças Armadas



Como se já não bastasse as crises econômica, política, moral e ética que atingem o governo, a presidenta ainda joga mais lenha na fogueira ao se indispor com a caserna.
   
A escolha do comunista Aldo Rebelo para ministro da Defesa soa junto às Forças Armadas como uma provocação. A presidenta Dilma Rousseff que há poucos dias retirou poderes dos comandantes militares e foi aconselhada a devolvê-los. O que acabou fazendo.

Num momento critico como este que o governo Dilma Rousseff atravessa o apoio ou silêncio obsequioso das Forças Armadas lhe dão algumas garantias. Já imaginou se algum comandante militar resolve engrossar o coro dos descontentes com os rumos do país? Ai a coisa se complica ainda, mas para o lado do governo federal.

A presidenta Dilma Rousseff se o clima não mudar, vai ter que recorrer aos préstimos de um gerenciador de conflitos.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário