quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Trocar o PT pelo PMDB é uma sacanagem das grossas



“Qualquer solução, seja por renúncia ou por impeachment, vai dar em Michel Temer. A situação é grave. Será necessário compor um governo de coalizão. E Temer precisará cercar-se do que há de melhor nos partidos, inclusive no PT”.(deputado federal Jarbas Vasconcelos)

Essa proposta do deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), da formação de um governo comandado pelo PMDB e com a participação do Partido dos Trabalhadores (PT) é um proposta no mínimo indecente. Primeiro, porque o PMDB não tem moral suficiente para governar o país, uma vez que a presidenta Dilma Rousseff tem como seu vice-presidente, ninguém menos que o peemedebista Michel Temer e nos dois últimos governos do PT, o PMDB participou e participa desses governos com o vice-presidente, vários ministros, centenas e até milhares de peemedebistas no segundo e terceiro escalões.

Além do mais, o presidente da Câmara Federal, o presidente do Senado e o ex-ministro de Minas e Energia (MME), o senador Edson Lobão estão na lista do Procurador Geral da República (PGR) para serem denunciados ao Supremo tribunal Federal (STF). Em tempo: o deputado federal Eduardo Cunha já foi denunciado e a qualquer momento poderá virar réu. Além desses nomes já citados por delatores, muitos outros peemedebistas deverão engrossar essa lista infame.     
O que disse Jarbas Vasconcelos deve ser tomado pelo povo brasileiro como um verdadeiro escárnio. Uma falta de respeito para com um povo que não suporte e tolera mais tanta safadeza, imoralidade e desfaçatez. 


Eu que tomava Jarbas Vasconcelos como um político sério, com a envergadura moral de um Pedro Simon, acabo de descobrir que se trata de um temendo gozador.  

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário