terça-feira, 24 de novembro de 2015

A lama que ameaça o país desce de Brasília


Os estados de Minas Gerais e Espirito Santo estão sendo devastados pela lama tóxica que vazou, com o rompimento de duas barragens de resíduos da Usina Samarco, que fica localizada no município de Mariana em Minas Gerais. Já o Brasil está sendo contaminado por uma lama tóxica que está vazando dos porões do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional. Se a lama da Usina Samarco destrói a vida fluvial, marinha e tudo por onde passa, a lama que vaza dos poderes Executivo e Legislativo e de empresas estatais; essa mata conceitos morais e éticos e joga o país no abismo profundo da imoralidade.

Um país que ouve a todo o momento a grande imprensa alardear que o Planalto fez acordo com o presidente da Câmara Federal, para que seja feito o salvamento mutuo da presidenta Dilma Rousseff e Eduardo Cunha, não pode alimentar esperança com a construção de um país decente.

São muitas as crises que assolam o país neste momento, mas a mais grave de todas é a crise moral e ética.  

Para o mar de lama que nos ameaça, não existe barreira ou dique que evite ou minimize a nossa tragédia. 

por Joachim Arouche

Siga  no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino

Postar um comentário