segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Para derrotar o grupo Ferreira é preciso desconstruí-lo e copiá-lo



Para derrotar o grupo Ferreira é preciso desconstruí-lo e copiá-lo em alguns aspectos. Como fazê-lo? Se profissionalizando, por exemplo. Os adversários de Avelar Ferreira não sabem se fazer humildes, tão pouco serem profissionais da política e serem inteligentes o suficiente para desconstruir um grupo que sabe como ninguém fazer política convencional.


O profissionalismo é a marca principal do grupo político Ferreira, que há muitas décadas domina a cena política no município de São Raimundo Nonato, localizado na região Sudeste do estado do Piauí.

Com dois interregnos que foram as duas eleições do padre Herculano Negreiros, um religioso mercedeário que no governo não soube copiar os métodos dos seus adversários, não valorizou a prata de casa e não tem na humildade a sua principal característica. A humildade que um pastor da igreja, de qualquer igreja tem o dever moral e religioso de cultivar e praticar.

O grupo político Ferreira voltou ao poder, porque o são-raimundense descobriu que é preferível ter um Ferreira no poder do que um representante da elite casca grossa são-raimundense: das famílias tradicionais que no poder mantém distância do povo humilde e dos pobres. Os ricos de São Raimundo Nonato não se misturam com a pobreza.

O prefeito Avelar Ferreira, faz política com elevado senso profissional e um pragmatismo que beira ao amadorismo - uma vez que ele segue a cartilha do clientelismo e do assistencialismo sem descurar da humildade que o faz conviver com a ralé sem sentir nojo. O que a elite ‘casca grossa’ normalmente sente. Como certo político deste município, parte dessa elite, que após visitar bairros da periferia ao chegar em casa, antes de abraçar e beijar sua esposa e filhos higienizava as suas mãos com álcool e água morna.

O grupo Ferreira em que pese sua competência em fazer política, assim com o grupo Sarney que na década de 90 se reinventou ao reeleger Roseana Sarney que fez uma das melhores administrações que o povo maranhense já viu, também precisa se reinventar.

por Jacinto de Thormes Souza 

Siga  no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severinooo
Postar um comentário