quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

O PSDB precisa 'rasgar' a fantasia do PMDB




Essa dupla é do barulho
 
O PSDB cometeu um erro grosseiro ao proteger o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha na abertura do processo de cassação desse parlamentar fluminense pelo Conselho de Ética, de olho no impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

O PSDB cometeu um erro estratégico ao proteger Cunha, o que ensejou ao PMDB vislumbrar a possibilidade de chegar ao poder com o impedimento da presidenta Dilma Rousseff. O que posterga o projeto tucano de voltar ao poder em 2018.

O PMDB que conta com um time numeroso de pessoas versadas em estratégia política ao perceber o erro dos tucanos ao pedir o impedimento da presidenta Rousseff buscou ocupar o espaço que cabia de direito ao PSDB, por ser o verdadeiro partido de oposição.

Numa eventual ascensão ao poder do PMDB em substituição ao governo do PT, a chance do PSDB voltar ao poder em 2019 passa a ser remota.

Ao PSDB só uma saída: desconstruir Michel Temer e o PMDB.
Postar um comentário