segunda-feira, 28 de março de 2016

Quem corrompe também é corrompido



A corrupção é uma via de mão dupla. O corruptor vai e corrompido vem, e os dois acabam se encontrando no meio do caminho, onde negociam o objeto da corrupção.

Se as empreiteiras corrompem políticos e gerentes de estatais é por que corruptor e corrupto tem interesses comuns e estão abertos à negociação.

A propósito: os corruptos e corrompidos que foram presos pela Operação Lava Jato são tão danosos ao país, quanto os traficantes Fernandinho Beira Mar (agropecuarista) e Marcola (investidor), porque os políticos e funcionários de estatais corruptos e corruptores, via de regra, atuam em outros nichos de mercado da contravenção. Daí, a condenação de políticos corruptos e seus colaboradores merecerem uma condenação muito mais rigorosa.

A pena de morte por exemplo, deveria ser a pena máxima para corruptor e corrupto. É que corruptor e corrompido são bandidos de alta periculosidade e com um agravante: enquanto o traficante mata e manda matar no varejo, os corruptos matam no atacado ao desviarem dinheiro de obras públicas, como por exemplo, escolas, hospitais, creches e presídios.

por Joachim Arouche
Postar um comentário